menu.jpg


Autor: Francisco Fajardo.
Nome da Obra: Tratado de Hypnotismo.
Editora: Laemmert e Comp.
Cidade: Rio de Janeiro.
Ano: 1896.
Nº de páginas: 505
Sobre a obra: Primeiro livro sobre hipnose médica no Brasil. A partir dos estudos de Fajardo, a psicoterapia, vinculada ao hipnotismo, passa a ganhar força como forma de tratamento médico no País
Sobre o autor: Um dos pioneiros da utilização da hipnose relacionada à psicoterapia no Brasil, sendo respeitado por médicos europeus de destaque na área.


Compartilhe:

Autor: Francisco de Castro.
Nome da obra: Tractado de Clinica Propedeutica.
Editora: Laemmert e Comp.
Cidade: Rio de Janeiro
Ano: 1896.
N° de páginas: 435
Sobre a Obra: A obra trata fundamentalmente da Propedêutica, disciplina que proporciona o ao médico constituir uma correta história clínica dos seus pacientes.
Sobre o Autor: Difusor da propedêutica, para que através do rigor dos métodos clínicos e dos ensinamentos adquiridos pelos doutores o diagnóstico do paciente fosse feito da maneira correta.


Compartilhe:

Autor: Mario César de Freitas Rangel
Nome da obra: Formulario Pratico de Medicina
Edição: 2ª
Editora: Pimenta de Mello
Cidade: Rio de Janeiro
Ano: 1933
N° de páginas: 432
Sobre a obra: Manual que reúne informações de diagnóstico, tratamento e fórmulas para auxiliar o médico na prática de suas funções.


Compartilhe:

Autor: P. V. Raspail
Nome da obra: Manual de Saúde ou Medicina e Pharmacia Domesticas
Editora: Tipografia da Madre de Deus
Edição: 4ª
Cidade: Lisboa
Ano: 1860
N° de páginas: 246
Sobre a obra: Saberes e práticas médicas básicas para o reestabelecimento da saúde que poderiam ser empregados tanto por médicos como leigos.


Compartilhe:

Autor: Pedro Luís Napoleão Chernoviz
Nome da Obra : Dicionário Medicina Popular
Editora: Roger e Chernoviz.
Cidade: Paris
Ano: 1890.
N° de páginas: 2070
Sobre a obra: Manual escrito em português contendo procedimentos médicos básicos - como os primeiros socorros e manipulação de receitas- que podiam ser utilizados no tratamento de moléstias, inclusive por leigos.
Sobre o autor: Através de seus manuais difundiu saberes e práticas médicas desde centro urbanos até para regiões interioranas do Brasil, em fins do século XIX.


Compartilhe:

Autor: Álvaro Franco e Sinhorinha Maria Ramos (Coordenadores)
Nome da obra: Panteão Médico Riograndense – síntese cultural e histórica
Cidade: São Paulo
Ano: 1943
N° de páginas: 588
Sobre a obra: Livro que pretende traçar um panorama histórico da medicina no Rio Grande Sul, reunindo informações sobre instituições hospitalares, biografias de médicos, artigos na área da saúde, etc.


Compartilhe:

Autor: Fiedrich Eduard Bilz
Nome da Obra: Bilz das Neue naturheil Verfahren I e II. Tradução: Nova Natureza de Procedimento de Bem-Estar.
Editora: Verlag.
Cidade: Leipzig.
Ano: 1888.
N° de páginas: 1017
Sobre a obra: Livro que trata do cuidado da saúde através e tratamentos naturais.
Sobre o Autor: Conhecido como o pai da “naturopatia popular”, seus livros alcançaram a marca de aproximadamente 3.5 milhoes de cópias vendidas e traduzidos para 12 línguas diferentes. Baseava seus tratamentos através de produtos extraídos da natureza, que proporcionariam o bem-estar do paciente.


Compartilhe:

Autor: Jacintho Godoy
Nome da obra: Psiquiatria no Rio Grande do Sul
Ano: 1955
N° de páginas: 461
Sobre a obra: Informações sobre a história da psiquiatria do Rio Grande do Sul, a partir de 1920. Tem como pano de fundo Instituições como o Hospital Psiquiátrico São Pedro e a própria atuação do autor na área psiquiátrica.
Sobre o autor: Formado em 1911 pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, especializando-se em Moléstias Mentais e Nervosas. Dirigiu vários anos o Hospital Psiquiátrico São Pedro, e o Sanatório São José (este último de sua propriedade).


Compartilhe:

Autor: Dr. Bagueira Leal
Nome da obra: A Questão da Vacina
Editora: Igreja Pozitivista do Brazil
Cidade: Rio de Janeiro
Ano: 1904
Nº de páginas: 80
Sobre a obra: Série de artigos reunidos e publicados tratando sobre o tema da vacina obrigatória (em especial contra a varíola), que poderia se constituir em lei brasileira no início do século XX. A obra, de inspiração positivista, prega a liberdade individual na escolha de aceitar ou não o tratamento médico através da vacinação.
Sobre o autor: Vinculado ao Apostolado Positivista, o médico Bagueira Leal foi uma voz ativa contra a obrigatoriedade da vacina no Brasil, até mesmo atribuindo a tal tratamento a possibilidade de transmitir doenças como sífilis, gangrenas e convulsões.


Compartilhe:


Espanhol Inglês  Visitações de terça a sexta-feira das 11h às 19h - Sábados, domingos e feriados das 14h às 19h. Durante o hor�rio de verão abre e fecha 1 hora mais tarde.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player